segunda-feira, 31 de dezembro de 2012


 "O homem nasce para atingir a vida, mas tudo depende dele. Ele pode perdê-la. Ele pode seguir respirando, ele pode seguir comendo, ele pode seguir envelhecendo, ele pode seguir se movendo em direção ao túmulo - mas isso não é vida." Osho - in A arte de viver

sábado, 8 de dezembro de 2012

Maxi colares de renda: show de estilo

Eu sou o que penso mas também o que faço.
   
     

Nadices

Brinco com a razão
não tenho idade nem sexo 
o real é invenção 
já foi e continua sendo 
nada. 
Não perco o senso
sou o que penso.

(Ieda Estergilda de Abreu)
  

domingo, 14 de outubro de 2012

Arte com estilo




    Meu trabalho de artesanato fica ainda mais bonito com a companhia desse texto da Lya Luft, escritora que admiro demais.

"Apesar de todos os medos, escolho a ousadia. 
Apesar dos ferros, construo a dura liberdade.
Prefiro a loucura à realidade, e um par de asas tortas aos limites da comprovação e da segurança. Eu, sou assim. Pelo menos assim quero fazer: a que explode o ponto e arqueia a linha, e traça o contorno que ela mesma há de romper. A máscara do Arlequim não serve apenas para o proteger quando espreita a vida, mas concede-lhe o espaço de a reinventar.
Desculpem, mas preciso lhes dizer: 
EU quero o delírio." (Lya Luft)

Peças disponíveis na loja virtual:www.estiloearte.elo7.com.br

sábado, 1 de setembro de 2012

Primavera com Estilo&arte

  Minhas cores


 Se eu não sei 
as minhas cores
As cores do mundo
se confundem
com os matizes
do meu eu

Sou da cor
que me pintaram
quando pra aqui
me embarcaram
pra cumprir
uma missão

Sou da cor
da esperança
da alegria
e da constância
Sou da cor
do coração

Se eu não sei 

as minhas cores
As cores do outro
se confundem
com os matizes
do meu eu

Sou da cor
que me pintaram
Pra combinar
com o cenário
da possível
atuação

Sou da cor
que pulsa em mim
Cor alegre
Cor vibrante
Sou da cor
do meu jardim 
 
 ( Maria Helena Mota Santos )


   Com o belo poema da Maria Helena apresento  algumas peças da nova coleção de acessórios  Estilo&arte para a primavera/verão 2013. Elas estarão disponíveis em minha loja virtual www.estiloearte.elo7.com.br


quinta-feira, 19 de julho de 2012

Artesanato e poesia



     Hoje, para acompanhar meu artesanato,  escolhi um poema lindíssimo da poetisa Mônica Montone, e que tem tudo a ver comigo

Mulher de minutos

Não sou mulher de minutos
Daquelas que os segundos varrem para debaixo do tapete sujo
Não pinto os cabelos de fogo
Nem faço tatuagem no umbigo
Me recuso a usar corpetes e cinta-liga


Há sementes em meu ventre
São poemas que ainda não reguei
Prefiro guardá-los em silêncio
Até que o tempo amadureça meus minutos
E a vida me contemple com seus frutos
Não borro meus cílios com a solidão da noite
Nem pinto meu rosto com a palidez das manhãs 
Meu corpo é feito de marés
Onde navegam mil anseios 
Veleiros sem direção
Estou sempre na contramão

Mônica Montone

terça-feira, 5 de junho de 2012

Xales e golas


Dias de inverno, elegância e aconchego combinam sempre. Essas golas também. Loja virtual: www.estoiloearte.elo7.com.br



domingo, 13 de maio de 2012

Artesanato e poesia, tudo de bom


 Peças da coleção de inverno Estilo&arte (www.estiloearte.elo7.com.br) 

Linha do tempo
        Maria Helena Mota Santos

Não teço
cada dia
com linhas quebradas
pelo tempo
Em cada amanhecer
pego outra linha
e bordo
novo momento





Às vezes
de cores pálidas
Às vezes
de cores firmes
Eu valorizo
cada  cor
A cor alegre
e a cor triste


 Às vezes
teço pelo avesso
com as mãos trêmulas
de frio
Às vezes
tenho pouca linha
mas encaro
o desafio  
                                                              
 Às vezes
penso que teço
um caminho 
que escolhi
Mas percebo
que havia esboço
do bordado
que teci

 Às vezes
fico perplexa
meus bordados
não reconheço
Mas não deixo
um só dia
Sem tentar
um recomeço

 Teço
desde que acordo
e só paro
quando adormeço
Mas em sonho
sou intuída
e pra novo dia
eu amanheço

domingo, 22 de abril de 2012

Promoção de artesanato

Estou fazendo uma promoção no perfil da minha loja virtual no Facebook:
PROMOÇÃO DIA DAS MÃES
Queres ganhar esse lenço pra você ou pra presentear sua mãe? Então faça o seguinte: Entre nesse link -www.facebook.com/estiloeartestore - curta a página da minha loja no Face e COMPARTILHE o post lá no Facebook. Todos os que compartilharem participarão do sorteio a ser realizado dia 5 de maio/2012, as 11:00 na Feira de Artesanato Miramar, em Florianópolis. O nome do(a) ganhador(a) será publicado no Face, e para quem residir fora de Floripa o prêmio será enviado via Pac Correios, sem custo.www.estiloearte.elo7.com.br
   O sorteio foi realizado no dia 5/05 e a vencedora foi minha amiga Ana Luíza Kaminski

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Arte de outono

"A moda sai de moda, o estilo jamais". "Para ser insubstituível na vida, você precisa ser diferente". "A moda não é algo presente apenas nas roupas. A moda está no céu, nas ruas, a moda tem a ver com idéias, a forma como vivemos, o que está acontecendo". Essas frases ditas por Coco Chanel tem me servido de inspiração para criar os acessórios deste outono/inverno 2012.
Tenho buscado sempre fazer peças diferentes, porém elegantes e com muito estilo, como os lenços e echarpes que estão nessas fotos. Afinal as roupas e acessórios que usamos dizem muito sobre nós e com minhas peças não é diferente, elas acabam dizendo muito sobre mim, mas eu amo isso.




terça-feira, 20 de março de 2012

Arte de outono



Já é outono! Tempo de deixar morrer aquilo que precisa morrer, acumular energias para enfrentar dias mais rigorosos e depois rebrotar inteira e intensa na próxima primavera.
Com o outono está chegando também minha nova coleção de acessórios para a estação: Lenços, echarpes, colares, cachecóis que estarão disponíveis nas lojas virtuais: www.facebook.com/estiloeartestore e www.estiloearte.elo7.com.br







...As folhas caem como se do alto
caíssem, murchas, dos jardins do céu;
caem com gestos de quem renuncia.

E a terra, só, na noite de cobalto,
cai de entre os astros na amplidão vazia.

Caimos todos nós. Cai esta mão.
Olha em redor: cair é a lei geral.

E a terna mão de alguém colhe, afinal,
todas as coisas que caindo vão. 
Outono (Rainer Maria Rilke)

segunda-feira, 5 de março de 2012

Artesanato e reflexão

Enquanto trabalho na minha nova coleção para o outono/inverno 2012, vou nutrindo meu espírito com boas leituras. Isso me dá força e energia para continuar vivendo e criando, afinal estamos nesse mundo como...


Viajantes
  
 “Somos todos viajantes de uma jornada 
cósmica – poeira de estrelas, girando e dançando 
nos torvelinhos e redemoinhos do infinito:

 a vida é eterna. Mas suas expressões são 
efêmeras, momentâneas, transitórias. 
Gautama Buda disse certa vez:   "Nossa 
existência é transitória como as nuvens do 
outono. Observar o nascimento e a morte do ser
 é como olhar os movimentos da dança.
Uma vida é como o brilho de um relâmpago
no céu, levada pela torrente montanha abaixo."
Nós paramos um instante para encontrar o outro 
para nos conhecermos, para amar e compartilhar.
É um momento precioso, mas transitório. Um 
pequeno parêntese na eternidade. Se partilhamos 
carinho, sinceridade, amor, criamos abundância e 
alegria para todos. Esse momento de amor
é eterno.”   - (Deepak Chopra)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Retorno pra fazer arte e moda


Estou voltando. Já era tempo
Venho ainda devagar, porque afinal é carnaval.
Não que eu goste desse agito, da zoeira de tambores e tamborins, eu não
 prefiro o aconchego de tardes e noites tranquilas, os sons de música suave,
que me embalam e estimulam minhas viagens criativas.
Gosto do sossego da minha sala, rodeada de telas, tintas, fios, contas, flores, colares, câmera, computador, etc...etc...etc. Aqui, nessa "organização" que só eu entendo, viajo, me perco, me encontro e retorno, como agora, pra pensar e criar minha próxima coleção de acessórios.

sábado, 14 de janeiro de 2012

Pensamentos para um dia de chuva


Meu Deus que sábado molhado! Chove demais nessa ilha. Aproveito o tempo fazendo artesanato e pra descansar,  busco a companhia dos pensamentos de Fernando Pessoa e reflito.

"O homem é do tamanho do seu sonho." (Livro do Desassossego, Tema: Sonho)
Ah, mas se assim é então eu sou enoooooooorme!

"Não há critério seguro para distinguir o homem dos animais." ( Livro do Desassossego - Tema – Animais)
Pois eu até acho que há. Será que existem animais corruptos? Há animais que matam por prazer e com requintes de crueldade? Será que existem animais que abusam de outros para saciar seus desejos? Não sei, entendo pouco de animais... e de homens também...

"O homem não sabe mais que os outros animais; sabe menos. Eles sabem o que precisam saber. Nós não." ( Textos Filosóficos – Tema: Animais)
Está aí um pensamento com o qual concordo plenamente

"O que há de mais reles nos sonhos é que todos os têm." ( Livro do Desassossego- Tema – Sonho)
Pana que eu, geralmente, não me lembro dos meus. Às vezes duvido de que realmente os tenha. Costumo sonhar acordada.

"O homem não sabe mais que os outros animais; sabe menos. Eles sabem o que precisam saber. Nós não." ( Textos Filosóficos – Tema: Animais)
Está aí um pensamento com o qual concordo plenamente

"Todas as frases do livro da vida, se lidas até ao fim, terminam numa interrogação." (Livro do Desassossego- Tema - Vida)
É por isso que a minha cabeça está cheia desses sinais gráficos